Como utilizar o storytelling para aumentar suas vendas?

Entenda o que é o storytelling e como esse recurso pode ser utilizado na sua estratégia de vendas e no seu marketing digital para aumentar suas vendas!

Existe uma força-motriz por trás de todas as revoluções humanas, corporativas e tecnológicas até hoje: as histórias que as acompanham. No competitivo mundo das vendas de hoje, esse elemento continua sendo importante, o storytelling.

Mesmo antes da era da transformação digital, o storytelling já era utilizado para mover os rumos da história.

Na prática, o storytelling é uma ferramenta poderosa que você pode usar para divulgar sua marca e se conectar de uma forma mais real e pessoal com seu público.

Nesse conteúdo, vamos contextualizar para você o que é o storytelling e como a sua empresa pode se aproveitar desse recurso para vender mais e melhor. Confira!

O que é storytelling?

O storytelling é o processo de utilizar uma narrativa para comunicar algo para uma audiência específica. O storytelling pode ser baseado em fatos ou não. O importante é que trata-se do recurso que utiliza uma narrativa para contar algo.

Na prática, trata-se da utilização de elementos narrativos para comunicar algo. Ou seja, como a tradução do termo dá a entender, se trata de contar uma história.

Essa história normalmente possui um começo, um conflito, uma resolução e um fim. Além disso, costuma apelar para elementos emocionais, que instiguem a emoção.

Você já percebeu que as propagandas de bancos dos últimos anos deixaram de ser apenas sobre dinheiro e serviços da instituição, mas sobre história de pessoas e suas famílias ou objetivos?

É o mesmo com os anúncios televisivos de marcas como a Coca-Cola, por exemplo.

O anúncio de natal de 2021 da marca de refrigerantes não foca nos seus produtos (apesar de mostrá-los, claro), mas em construir uma narrativa de união, amizade e alegria em torno do feriado, veja só:

Coca-Cola | O Natal se torna mágico quando estamos juntos. 

O storytelling é realmente tão benéfico?

O storytelling é tão eficaz porque as histórias são uma das formas mais antigas de se comunicar. Preces, contos, folclores, crenças religiosas… Tudo isso tem um elemento central, que é o storytelling.

O motivo é simples: histórias, por mais que sejam muitas vezes semelhantes em formato, possuem elementos de drama, suspense e conflitos.

Voltando ao exemplo do anúncio em vídeo da Coca-Cola que mostramos anteriormente, não se trata somente de falar “o nosso refrigerante é o melhor!“.

Na verdade, com o storytelling, o anúncio gira em torno de experiências, sensações e até mesmo necessidades. Ele não foca no produto, mas no consumidor — as diferentes pessoas.

O intuito não é falar que “o refrigerante é o melhor“, mas que o produto faz parte da rotina das pessoas — especialmente, dos momentos felizes.

O objetivo é criar links emocionais com as pessoas, acertando nos gatilhos mentais certos para se aproximar dos clientes de maneiras mais significativas.

E porque todo esse esforço em vez de simplesmente falar “o nosso refrigerante é o melhor“? 

De acordo com um estudo da London School of Business descobriu que as pessoas costumam reter de 65 a 70% das informações compartilhadas via storytelling.

Já as informações compartilhadas de outras maneiras, como estatísticas, a retenção do conteúdo foi de apenas 5 a 10%.

E como tornar o storytelling valioso para sua estratégia de vendas?

Você pode incorporar o storytelling em sua estratégia de vendas de múltiplas formas. Por exemplo, é possível reescrever o script de vendas de modo a contar uma história mais engajadora, em vez de depender de uma abordagem direta e super objetiva.

Além disso, você pode incorporar o storytelling em seu marketing de conteúdo e também nos seus anúncios (tanto em vídeo, como exemplificamos acima, como em outros formatos).

Em geral, você pode seguir os seguintes passos para simplificar a criação de uma história:

  • Entenda seu propósito: não fale sobre o que você faz, mas sim sobre por quê o faz.
  • Crie um conflito: se tudo está funcionando perfeitamente para o sua persona, para que eles precisam de você? Mostre o que causa a dor da sua persona e como sua solução pode resolvê-la.
  • Crie o personagem: explore personagens com os quais seu público possa se relacionar e torcer. 
  • Foco no que o cliente tem a ganhar: acredite, os seus clientes não se importam com as suas metas. Eles querem saber quais valores suas soluções podem trazer.
  • Capriche no final: toda boa história é acompanhada do que? Um final memorável. Por isso, capriche nesse aspecto para chamar a atenção e acionar alguma emoção na pessoa.

 

Viu só como o storytelling pode ser uma ferramenta eficaz para aumentar suas vendas, engajar com seu público e tornar sua comunicação mais eficaz?

É claro, aplicá-la é um desafio por si só: é necessário ser original, emocionante, bem escrito e bem executado.

Com o storytelling, você tem a chance de atingir os gatilhos mentais e emocionais corretos no seu público-alvo.

E na sua empresa, o storytelling já é aplicado? Se não, saiba que você pode começar a qualquer momento!

Gostou do nosso conteúdo? Esperamos que você tenha entendido tudo sobre o assunto e possa se aproveitar dos benefícios dessa ferramenta.

Por fim, que tal seguir aprendendo conosco? Leia nosso post sobre as principais tendências do marketing digital para 2022!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *